Especial Noiva | LUA DE MEL – Veneza e Lago di Garda

Imagens de serenatas em gôndolas à luz da lua e de caminhadas de mãos dadas pelos edifícios barrocos levam os apaixonados para a romântica Itália, mas há muito mais para se explorar! Aqui vão dicas para planejar a lua-de-mel no arquipélago de Veneza e às margens do Lago di Garda.

VENEZA

Por que ir?
Uma das cidades mais bonitas e românticas do planeta, Veneza (ou La Serenissima) é um labirinto para se perder com prazer – e, assim, conhecer seus 150 canais, 400 pontes e os magníficos palácios e praças dos séculos XVI e XVII. Pode parecer curioso em uma cidade sobre o mar e caracterizada por seus canais, mas prepare-se também para caminhadas quando for visitar. Vá à Piazza San Marco para ver o pôr-do-sol em vista panorâmica de 360º do topo da Campanile di San Marco. Nós amamos a Galleria internazionale d’arte moderna em Ca’Pesaro e a Peggy Guggenheim Collection de arte do século XX em Dorsoduro. Punta della Dogana, sede permanente da coleção de François Pinault, também é imperdível.

Quando ir?
Agost é quente e lotado de turistas, enquanto de setembro a novembro é agradável. Fevereiro é legal se quiser conhecer o carnaval mascarado, mas é preciso reservar com bastante antecedência.

Onde ficar?
Com seus lustres de murano, papéis de parede flocados e tecidos adamascados, o hotel  Ca Maria Adele poderia ser considerado tipicamente veneziano, mas a madeira africana, o concreto polido e a atmosfera bohemian e despreocupada o tornam inegavelmente moderno. O hotel está localizado no coração da área mais tranqüila da cidade, Dorsoduro, o bairro das artes. Adoramos os quartos temáticos, principalmente Sala Noir e Sala del Doge. Os quartos 332 e o Moorish Room têm as melhores vistas.
*Quartos duplos a partir de US$463.

Como chegar?
Do aeroporto de Veneza, o Marco Polo, pegue o ferry público ou vá ao centro de lancha (custa aproxidamente US$143). Evite pegar carro, pois terá que estacionar no continente e pegar um taxi aquático. Os ônibus aquáticos são uma maneira mais em conta para se locomover pelos canais (US$10 a viagem ou US$20 para um cartão de 12 horas). Todos fazem o mesmo caminho, a diferença é o número de paradas. Táxis aquáticos podem ser caros.

LAGO DI GARDA

Por que ir?
Ladeado por vinhedos e plantações de olivas e com montanhas cobertas de neve ao fundo, este lugar de conversíveis e lanchas é adorado por aqueles que querem aproveitar o fim de semana. O esplendor natural do Lago di Garda vai te impressionar!
Passe dias de dolce far niente na água, tomando vinho ou passeando pelos mercados. Passeie pelo jardim botânico da Fondazione Andrè Heller em Gardone Riviera, que combina um jardim de esculturas a uma coleção de 2.000 plantas. Visite Salò, a 2,5km do hotel Villa Acardio, com muitas opções de restaurantes, bares e cafés; como alternativa, vá a San Felice del Benaco para oferta semelhante de trattorias e enotecas. Pegue o futurístico teleférico de Malcesino até o topo do Monte Baldo para apreciar a vista deslumbrante do lago.

Quando ir?
Muitos hotéis fecham durante o inverno (de novembro até o começo de março), reabrindo a tempo para a Páscoa no fim de março ou início de abril. Entre maio e outubro é fantástico, especialmente se você estiver descansando no terraço aquecido pelo sol em um dia claro. O ar fresco da montanha torna o verão mais agradável nas margens do norte. Julho e agosto trazem estradas com tráfego intenso e restaurantes cheios.

Onde ficar?
No alto da histórica cidade de Salò fica o clássico Villa Arcadio, onde os italianos espertos vão em busca de refinado relax. Vistas do lago, da cidade e da montanha – apreciadas a partir dos elegantes quartos, da piscina infinita e da lareira – garantem ao hotel uma vista difícil de competir. Os quartos são decorados com cores neutras e móveis simples, mas estilosos, que ressaltam os tetos com vigas originais, os azulejos terracota do chão e os afrescos do século XIV. Reserve a lancha vintage de mogno do hotel para cruzar o lago e fazer um picnic nas margens (vocês vão se sentir como uma estrela do cinema nos anos 60!).
* Quartos duplos a partir de US$330.

Como chegar?
De Veneza, dirija por 3 horas para o Lago di Garda pela estrada A4. Verona tem o aeroporto mais próximo, mas companhias aéreas mais internacionais voam para os aeroportos de Malpensa e de Linate em Milão (ambos a aproximadamente 90 minutos de Salò na margem oeste). Pegue uma balsa de carro entre Desenzano e Riva del Garda, que opera várias vezes durante o dia, parando em diversos portos no caminho; balsas para pedestres e catamarans são mais freqüentes. A estação de trem do Lago di Garda, Desenzano del Garda, tem conexões de trem regulares para Veneza, Milão, Verona e Brescia. Se quiser explorar a região, carro é bem-vindo.

 

[Constace Zahn]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s